whatsapp
whatsapp

Grupos de Networking

Grátis
PROJETOS
Newsletter

Receba as novidades da CH

  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube

© 2017-2020 Associação Civil Cruzando Histórias - 30.745.930/0001-35

Fale Conosco

"Quero ter a chance de encarar a minha tão sonhada entrevista para auxiliar
administrativa e mostrar quem eu sou além do meu currículo"


Ana Caroline Oliveira Araújo, 25 anos, Belo Horizonte, Minas Gerais.

 

Depois de sete anos trabalhando na área da gastronomia, descobri que a minha
paixão profissional estava mais conectada com a administração do negócio do que com
função de cozinhar em si. Foi uma descoberta ao longo dos anos de experiência,
principalmente depois de gerir o meu próprio buffet de comidas para festas. Em 2019,
então, decidi que era hora de fazer a minha transição de carreira. Me matriculei na
faculdade de Administração e comecei a buscar empregos na área.


Mas nem sempre os planos da gente acontecem como a gente planeja, não é?
Antes mesmo de eu começar a faculdade, minha mãe foi diagnosticada com câncer.
Larguei todos os planos para cuidar dela nesse momento tão difícil. Tranquei a
faculdade de administração e parei de procurar emprego.


Quando a situação já estava mais tranquila, consegui fazer alguns cursos on-line
e gratuitos na área da administração, como Introdução a Administração, Introdução a
Administração Estratégica, Gestão de vendas: Criação de Estratégias e
Introdução a liderança. Esse foi o meu jeito de ir me aquecendo para o mercado.
E o que realmente importa é que, graças a Deus, a minha mãe passou por todo o
tratamento e hoje está muito bem recuperada! Agora estamos nós duas em fase de
recomeço: ela após a doença, eu retomando a minha transição de carreira para a área da
administração.


Voltei para o primeiro ano da faculdade e busco estágio como auxiliar/assistente
administrativa. Estou muito feliz por retomar meu lugar na sala de aula. Mas também
confesso que esse recomeço tem sido bem desafiador. Talvez pela troca de ramo ou pelo
período sem trabalhar, não sei exatamente, a questão é que as buscas por emprego estão
bem difíceis. Mando currículo todos os dias, mas sem retornos.


Esse é o meu ponto: eu gostaria de ter a chance de fazer entrevistas ao vivo para
poder contar tudo o que o meu currículo não diz sobre mim. Gostaria de poder explicar
para o recrutador, por exemplo, os motivos que me afastaram por um ano. Também
queria explicar sobre a minha transição de carreira e o quanto eu sempre estive
conectada com a administração.


Já trabalhei como assistente comercial em uma locadora de veículos, como
assistente administrativa em uma empresa de tecnologia e fui a administradora do meu
próprio Buffet de comidas para festas. Eu era a responsável por toda a criação do evento
até sua execução, o que envolvia orçamentos, compras, pagamentos. Foram grandes
aprendizados! Na própria gastronomia, onde trabalhei por sete anos, aprendi muito
sobre administração através da disciplina, atenção, padrão de qualidade e bom
atendimento.


É sobre tudo isso que eu gostaria de ter a chance de conversar em uma entrevista
de emprego. Meu currículo mostra uma parte de quem eu sou, um resumo do que fiz,
mas tenho muito mais para oferecer. Estou esperançosa e apostando em um estágio para
abrir as minhas portas!
 

***

Em entrevista para Lígia Scalise