top of page

Agosto Lilás | Combate à violência contra a mulher

Atualizado: 4 de ago. de 2022

Agosto Lilás é uma campanha de combate à violência contra a mulher, com o objetivo de aumentar a divulgação da Lei Maria da Penha. No dia 7 de agosto de 2006 foi sancionada a Lei n. 11.340, mais conhecida como Lei Maria da Penha. É um importante marco no enfrentamento, a lei leva esse nome por causa da farmacêutica Maria da Penha que viveu duas tentativas de feminicídio e lutou durante mais de 16 anos para que seu agressor fosse condenado pelo seu crime.


Veja os diferentes tipos de violência contra a mulher:


Tipos de violência:


VIOLÊNCIA FÍSICA

Entendida como qualquer conduta que ofenda a integridade ou saúde corporal da mulher.


VIOLÊNCIA PSICOLÓGICA

É considerada qualquer conduta que: cause dano emocional e diminuição da autoestima; prejudique e perturbe o pleno desenvolvimento da mulher; ou vise degradar ou controlar suas ações, comportamentos, crenças e decisões.


VIOLÊNCIA SEXUAL

Trata-se de qualquer conduta que constranja a presenciar, a manter ou a participar de relação sexual não desejada mediante intimidação, ameaça, coação ou uso da força.


VIOLÊNCIA PATRIMONIAL

Entendida como qualquer conduta que configure retenção, subtração, destruição parcial ou total de seus objetos, instrumentos de trabalho, documentos pessoais, bens, valores e direitos ou recursos econômicos, incluindo os destinados a satisfazer suas necessidades.


VIOLÊNCIA MORAL

É considerada qualquer conduta que configure calúnia, difamação ou injúria.

Fonte: https://www.institutomariadapenha.org.br/lei-11340/tipos-de-violencia.html O que fazer se você é vítima de violência

Denuncie! Denunciar e buscar ajuda a vítimas de violência contra mulheres (Ligue 180), todo o Brasil Em São Paulo Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRM) https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/direitos_humanos/mulheres/rede_de_atendimento/index.php?p=209600



Fontes:



 

O enfrentamento e a prevenção a violência contra a mulher pode começar por você.


Vamos conversar sobre como a Cruzando Histórias pode apoiar a transformar a sua empresa em um espaço mais seguro para todas?



Entre em contato com parceria@cruzandohistorias.org





Comments


bottom of page