top of page

Finanças pessoais: como começar a cuidar do seu dinheiro

Primeiro passo para sair das promessas e começar o seu planejamento financeiro

por Camila Mello


Todos os dias você dorme pensando "amanhã vou começar a fazer exercício” ou “é amanhã que vou começar a guardar dinheiro"? A boa notícia é que você não está sozinha e a má é que para o exercício eu ainda não tenho uma solução.


É difícil começar. Não é divertido encarar o saldo vermelho no banco, as dívidas e o cartão de crédito. Adiamos lidar com os números até que somos pegos de surpresa por uma gravidez inesperada, por um novo desafio profissional ou até por uma pandemia e nos arrependemos amargamente de não ter começado naquela segunda-feira.


Antes de tudo é preciso ter paciência e resiliência. Vamos errar, gastar um pouco mais do que o previsto, fugir do programado e está tudo bem. Alguns percalços vão aparecer no caminho e nós sempre podemos voltar, ajustar e continuar em frente. Não desistir é o passo mais importante para uma vida financeiramente organizada.


Por isso, chegou o dia em que vamos juntar toda a nossa coragem e começar a nos APAIXONAR por planejamento financeiro! Ok, não é para tanto. Mas chegou o dia em que vamos dar o primeiro passo em direção ao planejamento financeiro!


Para entender se gastamos mais do que ganhamos, para onde vai o nosso dinheiro e se podemos fazer ajustes ou mudar hábitos, precisamos ter um panorama geral da situação financeira atual. Ou seja, um levantamento de entradas e saídas de dinheiro.


DICA DE OURO


Parece difícil, mas é simples fazer o seu levantamento. Durante um mês, anote TUDO o que você ganha e tudo o que você gasta. Pode ser num caderninho, no celular ou no guardanapo da coxinha ou em algum lugar que seja de fácil acesso para você, contanto que você anote absolutamente tudo.


No início, vai ser difícil lembrar de tudo, mas se mantenha firme. Ajuda se você fizer o desafio junto com outra pessoa. Convença seu/sua companheiro/a, irmãos ou amigos a participar com você. Uma lembra a outra de anotar o gasto com a manicure, com o cigarro na padaria ou com a passagem do metrô. Anotar cada centavinho é importante para sabermos para onde vai nosso dinheiro.


Ao final do mês você vai se deparar com o seu cenário mensal e ter todas as informações para poder tomar as melhores decisões. Assim que você escolher trocar a cerveja daquele fim de semana para comprar algo que precisa e não ficar no negativo, você está pronta! É uma planejadora financeira!





Camila Mello tem 32 anos, é paulistana e mãe do Francisco. Graduada em Publicidade e Pós-Graduada em História da Arte pela FAAP, trabalhou muitos anos no mercado publicitário até migrar para o terceiro setor, onde trabalhou no MASP. Já morou em Londres e Berlin, mas gosta mesmo é do Brasil. Um de seus passatempos favoritos é ajudar os amigos com as finanças pessoais.


Comments


bottom of page