top of page

Inauguração da Casa CH

Atualizado: 23 de jun. de 2022

Primeiro de maio, Dia do Trabalho, marcou a abertura oficial da Casa CH, projeto da ONG Cruzando Histórias que quer promover um lugar de pertencimento para as mulheres em desemprego na cidade de São Paulo


São Paulo - Quem já passou pelo desemprego deve conhecer a famosa rua no centro velho de São Paulo, a Barão de Itapetininga. A rua, que já recebeu o apelido de Rua dos Empregos, concentra diversas agências de empregos e agora é também o endereço oficial da Cruzando Histórias.


O endereço já guarda boa parte da história da Cruzando Histórias. Foi lá que Bia Diniz, a fundadora e diretora executiva da ONG, andava com uma lousa com o texto "Procurando emprego?", escrito com giz, ainda quando a Cruzando Histórias era apenas um projeto pessoal. Foi também ali que Bia foi tocada pelo desemprego, a partir do relato da Sueli para o Jornal Nacional em 2017, que tinha como cenário as ruas do centro paulista.

Há exatos 5 anos, Sueli me fez levantar do sofá e transformou a minha vida. Eu era uma analista de RH desmotivada e infeliz em seu emprego público, mas eu também era uma mulher, uma mãe em busca de novos desafios. Eu queria me sentir viva, e o choro da Sueli me fez sentir. Eu passei a noite do dia 31 virando as redes sociais a trás desse rosto, e no dia seguinte perturbei as telefonistas da Globo querendo encontra-la. Não encontrei. Então fui até a rua onde foi gravada a matéria e entrei em todas as agências de emprego, em busca de uma pista. Assim nasceu o desemprego em mim. Em três dias comecei a Cruzando Histórias, e não mais parei.

inteligência social

A Cruzando Histórias hoje atua principalmente com projetos que apoiam o desenvolvimento de competências, preparação para projetos seletivos e saúde mental. O objetivo principal é a valorização e a inclusão das mulheres no mercado de trabalho e o apoio durante a fase do desemprego. A atuação da ONG se transformou com a pandemia e pôde ultrapassar barreiras geográficas com a internet, levando oportunidades para diversas cidades. A retomada para o presencial busca, por outro lado, diminuir o isolamento social e a falta de pertencimento, experimentados pelas pessoas que estão sem emprego, confirma Bia.

Confira relatório apresentado na inauguração:


A inauguração

A inauguração aconteceu no começo da tarde e contou com a presença de funcionários, voluntários, parceiros e amigos em um coquetel.


Confira as fotos do dia:


Fotos: Thaynan @viratempoprodutora


Assista ao depoimento sobre a Casa CH:


Rua Barão de Itapetininga, 255 sala 605 - República, São Paulo -SP Atendimento presencial ao público: segunda à quarta-feira das 10h às 13h.

Quer apoiar a Cruzando Histórias? Envie um e-mail para parceria@cruzandohistorias.org


Comentarios


bottom of page