top of page

Conheça o case da Cruzando Histórias na Teal Brasil

A história pessoal como força motriz da mudança social e a escuta como processo de humanização do mercado de trabalho


A Bia é uma contadora de histórias. E a nossa entrevista com ela não poderia ser diferente, repleta de detalhes das suas vivências e reflexões pessoais que a levaram a fundar o Cruzando Histórias. Uma pré-adolescente que presenciou a falência de um empreendimento familiar, fruto da falta de diálogo. Uma dor que impactou suas escolhas de carreira e que se tornou cura quando ela se sensibilizou com um relato feito em uma entrevista de telejornal. Sueli, mãe de três filhos, que estava sendo despejada por estar desempregada. Beatriz se comoveu, levantou do sofá e disse “vou pagar os aluguéis dela”. Pegou a imagem da Sueli Batista da Silva no G1 e foi ao centro de São Paulo, contando a história nas agências de emprego, em busca dela.


Por Gabriela Inácio e Rafaela Rolim pela Teal Brasil

Entrevista a Beatriz Diniz (Cruzando Histórias)




Comments


bottom of page