top of page

Campanha Mulheres no Centro visa impulsionar serviços gratuitos oferecidos pela CH

A taxa de desemprego entre as mulheres é 54% maior que a dos homens, mostra IBGE em pesquisa divulgada em agosto de 2022. O desemprego e desocupação entre mulheres, preocupa o futuro da sociedade, uma vez que quase metade dos lares brasileiros são chefiados por elas.


Nesta terça, 29, no Dia de Doar, a Cruzando Histórias, organização da sociedade civil que oferece acolhimento e suporte a mulheres em situação em desemprego, lançou a campanha "Mulheres no Centro", que tem como objetivo impulsionar doações para que mais serviços gratuitos sejam ofertados para essas mulheres.


Dentre o que fornecemos está a produção e revisão de currículos, escuta e orientação de carreira e acolhimento psicológico. Dessa forma, buscamos empoderar essas mulheres e fazer com que elas enxerguem seus valores e potencial.


Como apoiar a Cruzando Histórias

As doações são fundamentais para manter a CH e continuar permitindo que façamos esse acolhimento e o melhor: qualquer pessoa pode colaborar. Basta acessar a página de doações e escolher seu tipo de doação. Você pode se associar a um dos planos de doação mensal, que começam com o valor de R$ 30, ou contribuir pontualmente.


Também é possível colaborar adquirindo a nossa camiseta em parceria com a Peita, basta acessar a loja e escolher a sua.


Veja como o seu apoio pode contribuir:


O Dia de Doar

O Dia de Doar é um movimento para promover a generosidade. É uma mobilização que busca incentivar a solidariedade por meio da conexão de pessoas com causas. E faz isso celebrando o prazer que é doar, e o hábito de doar o tempo todo.


No Brasil, o Dia de Doar foi realizado pela primeira vez em 2013, um ano depois da primeira edição, nos Estados Unidos, em 2012. A partir de 2014 o Brasil passou a fazer parte do movimento global, que hoje conta com 85 países participando oficialmente.



bottom of page