top of page

Cruzando Histórias se une ao Dona do Meu Fluxo para falar sobre dignidade menstrual

Apesar de muitos avanços, sabemos que falar sobre menstruação e tudo que a envolve (absorventes, coletores, cólicas) ainda é um tabu na nossa sociedade. Entendendo que somente o diálogo pode ajudar a romper essas barreiras, a Cruzando Histórias se uniu ao Dona do Meu Fluxo em uma roda de conversa sobre o tema no dia 10 de agosto.


Criado pela Korui Ciclos de Vida e a Raízes Desenvolvimento Sustentável, o projeto tem como objetivo empoderar mulheres e promover ambientes de troca diversos e ricos, além de estimular o uso dos coletores menstruais, explicando como eles funcionam e fazendo doações. Dentro dessa trajetória, o copinho se torna um símbolo dessa não tão pequena revolução entre as mulheres e a relação com seu próprio corpo.


Nos workshops, além de tratar sobre os tabus da menstruação, o corpo feminino, informações sobre saúde feminina e autoestima, são doados coletores menstruais. Por serem ecológicos, econômicos, práticos, saudáveis e, sobretudo proporcionar uma nova relação das mulheres com o próprio corpo, consideramos o copinho um símbolo da nossa pequena revolução


Nessa roda de conversa, tivemos a chance de compreender melhor como se utiliza o copinho, além de trocar experiências, medos, preocupações e muito mais. Acolher, escutar e dialogar são passos fundamentais para que possamos fazer com que a menstruação seja vista como o que é: algo natural.


Sua empresa pode gerar mais impacto social, fale conosco: parceria@cruzandohistorias.com.br

Comments


bottom of page