top of page

DIA DE DOAR 2021

Conheça a data e como a apoiar a ONG Cruzando Histórias a promover a saúde mental entre mulheres em desemprego


O Dia de Doar é uma celebração da solidariedade ao redor do mundo. É uma data global, onde organizações sociais se mobilizam para incentivar a cultura da doação e o fortalecimento institucional de projetos que trabalham com causas sociais relevantes. Neste ano, a data acontecerá no dia 30 de novembro, terça-feira.



Oferecer apoio psicológico e desenvolvimento profissional para mulheres em desemprego. Essa é a proposta da campanha de financiamento coletivo lançada pela Cruzando Histórias para expandir seu projeto de promoção da saúde mental entre mulheres que buscam a recolocação profissional.


Com a arrecadação, a organização pretende financiar o atendimento de 210 mulheres em 2022 pelo EscutAção, um projeto com metodologia exclusiva que oferece escuta empática, apoio psicológico e orientação de carreira.


“Além de ser um projeto de acolhimento e valorização profissional, é um espaço de pertencimento, sororidade, trocas, é a possibilidade de se escutar e se conectar à humanidade de outras mulheres que passam situações semelhantes às suas. Cuidar da saúde mental, fortalecer o emocional, são fundamentais para resistir e acreditar que há sim um espaço possível para nós no mercado de trabalho, e se não há, teremos forças para lutar por ele", reflete Bia Diniz, fundadora e presidente da ONG.

No EscutAção são propostos grupos, conduzidos por psicólogas, para desenvolvimento do autoconhecimento, inteligência emocional e habilidades valorizadas no mercado de trabalho, além de promover o acolhimento e apoio mútuo. Os encontros são online e o ciclo tem duração de 6 horas.



A sua ajuda que vale o triplo


A campanha faz parte do matchfunding Todo Cuidado Conta, uma parceria da Raia Drogasil (RD) com a plataforma de financiamento coletivo Benfeitoria. A cada real doado via plataforma, o Fundo Todo Cuidado Conta vai triplicar o valor. A modalidade é “tudo ou nada”: o valor arrecadado só será revertido para a ONG se alcançar a meta estipulada. Caso contrário, as doações voltarão para os contribuintes.


Com quatro anos de existência, a Cruzando Histórias já atendeu mais de 6 mil mulheres em desemprego, de forma presencial e online, e ofereceu 1.800 horas de orientação de carreira e apoio psicológico.


Para conhecer o trabalho da ONG e fazer doações, acesse o site:






Comentarios


bottom of page