top of page

Impulsione Day reuniu 90 mulheres em evento presencial e online em março

Híbrido, o encontro contou com o apoio da Reversa, do Gula Gula Restaurante e da Cushman & Wakefield


Não teria como encerrar o Mês das Mulheres de uma maneira melhor. O Impulsione Day, que aconteceu nos dias 25 e 27, foi um evento híbrido, que contou com mentoria de carreira e painel temático, e teve como foco empoderar mulheres em situação de desemprego, além de esclarecer eventuais dúvidas sobre currículo, LinkedIn, posicionamento em entrevistas e muito mais.


O evento presencial, que aconteceu no dia 25 na Casa CH, contou com a presença de voluntárias especialistas de empresas parceiras da Cruzando Histórias e foi um dia de troca e aprendizagem por meio de escuta e mentoria. Nesse dia, as participantes puderam ainda tirar fotos para o LinkedIn com uma fotógrafa profissional, além de interagir com outras mulheres com experiências semelhantes.

Impulsione Day presencial contou com mentoras especialistas de empresas parceiras da ONG
Impulsione Day presencial contou com mentoras especialistas de empresas parceiras da ONG

Já o encontro online, que ocorreu no dia 27, foi uma combinação do painel temático Mulheres Reversas no Mercado de Trabalho, com profissionais da marca Reversa, além de uma mentoria coletiva. Nele, Elisa Goulart, Head Comercial, Diretora Geral da Reserva Mini, Kamilla Lattanzi, diretora da marca Reversa, e Soraia Mathias, Coordenadora de Diversidade, se reuniram para responder perguntas e falar mais sobre a participação da mulher no mercado de trabalho.


Um dos temas de maior interesse foi a presença de mulheres 40+ nas empresas. "É uma luta, não é fácil, mas a a gente vêm conseguindo o nosso espaço, a presença da mulher no mercado de trabalho está cada vez maior e em diversas áreas, isso mostra a nossa capacidade", opinou Elise. "Aos poucos, acho que vamos conseguir romper esse estigma de só contratar pessoas jovens", complementou Soraia.


Eu busco por profissionais que tenham maturidade, isso é muito importante. Eu consigo entender muito mais uma outra mulher e o que eu espero de uma outra mulher porque eu me coloco no lugar dela - Elisa Goulart

Em relação à inclusão em si, todas dividiram que é difícil e que é fácil cair na Síndrome da Impostora, acreditando que não consegue dar conta ou não tem chances de voltar ao mercado de trabalho após serem mães, por exemplo, mas é preciso ser resiliente.


"Você pensa 'mas eu já estou com 40, ferrou'. É um momento difícil, a gente sabe que não consegue (emprego) por causa da idade. Eu me contrataria mais hoje do que aos meus 20 anos, eu me sinto no auge", disse Carol.


Após esse momento, as mulheres foram divididas em salas com mentoras, onde puderam trocar experiências e tirar dúvidas por 40 minutos. Ao final, foi feita uma reflexão em grupo, com opiniões e visões que tiveram ao longo da noite. Além da Reversa, o evento contou ainda com o apoio do Gula Gula Restaurante e da Cushman & Wakefield.


O evento reuniu em ambos os dias um total de 90 mulheres, sendo 53% delas negras ou pardas, com uma média de idade de 41 anos. 53% das participantes eram mães e 79% pertenciam às classes C, D ou E. Do total, 72% delas tinha ensino superior e 65% estava em busca de recolocação profissional.


O Trabalho de vocês é incrível, essencial para todas as mulheres. Empoderar e expor o valor feminino contribui de forma significativa a vida de cada mulher! - Kátia Lopes (participante do Impulsione Day presencial)

A sua empresa também pode participar de projetos como o Impulsione Sua Carreira, além de outras formas de apoio. Fale conosco parceria@cruzandohistorias.com.br




Comentarios


bottom of page