top of page

Em parceria com eQlibri, Cruzando Histórias lança rede de apoio a mulheres vítimas de violência

Atualizado: 13 de nov. de 2023

Iniciativa prevê acolhimento psicológico e orientação de carreira online e gratuitos


O Brasil tem uma mulher vítima de violência a cada quatro horas, segundo o boletim Elas vivem: dados que não se calam, realizado pela Rede de Observatórios da Segurança. De acordo com o estudo Visível e Invisível: A Vitimização de Mulheres no Brasil, do Instituto Datafolha, ao menos terço das brasileiras já enfrentou um episódio de agressão física ou sexual pelo menos uma vez na vida. Ao incluirmos relatos de abusos psicológicos, o número sobe para 43%.


Compreendendo a gravidade desses dados e a dificuldade que as vítimas podem ter em denunciar, a Cruzando Histórias, em parceria com a eQlibri, lançou a campanha “Viva com (gosto de) liberdade”. Contando com uma rede de apoio totalmente virtual e gratuita, a campanha prevê um espaço de acolhimento e encorajamento a essas mulheres, além de conscientizar outras pessoas a respeito do problema.


"Com o passar do tempo, compreendemos que apoiar as mulheres a voltar ao mercado ia além da questão financeira, era também uma maneira de permitir que elas se libertassem de situações de violência e abuso. Essa parceria com a eQlibri nos permite alcançar ainda mais mulheres por meio de ferramentas de acolhimento e empoderamento dentro de ambientes seguros", explica Bia Diniz, fundadora e presidente da Cruzando Histórias.


o que é oferecido?


A Cruzando Histórias acredita que o combate à violência de gênero, e especialmente à violência doméstica, está conectado à independência financeira e à recolocação no mercado de trabalho. Dessa forma, entendemos que é preciso acolher, mas também impulsionar e empoderar essas mulheres. Por esse motivo, na plataforma, as mulheres encontram tanto acolhimento psicológico como orientação de carreira:


Acolhimento psicológico: se trata de m encontro individual, online com uma psicóloga da equipe Cruzando Histórias, com duração de 30 minutos. O objetivo do Acolhimento Psicológico é promover uma escuta ativa, para falar sobre sentimentos e emoções presentes, momentos e vivências com algum ponto de dificuldade, gerando reflexão e autoconhecimento.


Orientação de carreira: o atendimento tem o objetivo de oferecer orientação de carreira para mulheres que estão buscando recolocação profissional e consiste em uma sessão individual de 30 minutos, via vídeo, possibilitando maior interação entre consultora e assistida.

A orientação segue a metodologia EscutAção, desenvolvida pela ONG, que promove atendimentos de total acolhimento e apoio a mulheres que buscam um espaço seguro e confiável para discutirem suas dores e se fortalecerem.


Qualquer mulher acima de 18 anos pode se inscrever e agendar os serviços.


Comments


bottom of page