top of page

"Pedir ajuda é um ato de amor próprio", explica Jéssica Sano em roda de conversa

Quem disse que para falar de amor é preciso falar de relacionamentos românticos? Para provar que o amor vai muito além daquele que damos a outras pessoas, no dia 14 de junho realizamos uma roda de conversa na Casa CH com a psicóloga Jéssica Sano para falar sobre autoestima, amor próprio e relacionamentos.

Conversa reuniu mulheres na Casa CH para falar sobre amor próprio e autoestima.
Conversa reuniu mulheres na Casa CH para falar sobre amor próprio e autoestima.

Durante a conversa, que durou pouco mais de uma hora e meia, as mulheres da roda puderam se apresentar e expressar o que entendiam como amor próprio e autoestima.


Muitas compartilharam suas experiências pessoais e como sentem que a maneira que veem a si mesmas impacta também na sua vida profissional.


Algumas mencionaram os obstáculos que encontram ao buscar uma recolocação, como o fato de serem mães ou terem mais de 40 anos.


“Ou você é muito qualificada, ou não tem experiência, ou é a idade. Parece difícil demais. Nesse processo, eu me desconectei de mim”, comentou uma delas.


Pedir ajuda é um ato de amor próprio. - Jéssica Sano

A cada depoimento, Jéssica conduzia a conversa para um ponto de reflexão, questionando o que fez com que cada uma chegasse a esse tipo de pensamento e como é possível contorná-lo. Também foram abordados os relacionamentos, como entramos em cada um deles e como permitimos que as pessoas nos tratem.


As mulheres falaram muito sobre limites, como entender quais são os seus e de que maneira é possível impor eles não apenas em relacionamentos amorosos, mas nas relações como um todo, inclusive de trabalho.


“Podemos tentar prevenir entrar em relacionamentos que não nos façam bem ao termos mais consciência sobre nós, sobre a nossa autoestima, entendendo os nossos limites”, explicou Jéssica.


As participantes ainda receberam exercícios para serem feitos em casa e conselhos de como exercitar a autoestima e o amor próprio em todas as relações. Após a conversa, todas foram convidadas a ficarem na Casa para tomar um café e se conhecerem um pouco mais.


Comments


bottom of page