top of page

Ambev faz cerveja especial e reverte lucro para a ONG Cruzando Histórias

Por mais protagonismo feminino, empresa lança cerveja especial e reverte lucro para projeto de ONG de reinserção de mulheres no mercado de trabalho


Ambev faz cerveja especial e reverte lucro para a ONG Cruzando Histórias

Feita por mulheres e para mulheres, da brassagem ao envase. Assim é a nova cerveja colaborativa da Ambev, produzida por um time 100% feminino. Lançada neste Dia Internacional da Mulher (8), a cerveja é uma session IPA com dry hopping, que leva três lúpulos aromáticos na receita. A venda da novidade estará disponível no Empório da Cerveja a partir de abril e o valor arrecadado será revertido para a ONG Cruzando Histórias, organização social com foco na reinserção de mulheres no mercado de trabalho.


Depois da campanha Cervejeira Sou Eu, promovida pela companhia em 2021, que reuniu milhares de mulheres para reivindicar o uso correto do termo “cervejeira”, o lançamento da cerveja faz parte de um conjunto de ações da Ambev com o propósito de fortalecer a categoria e empoderar a participação feminina no setor por meio de conhecimento, especialização e oportunidades.


Queremos continuar alcançando as pessoas, promovendo mudanças reais e incentivando outras empresas a fazerem o mesmo. O nosso trabalho é colaborar com o empoderamento feminino e fomentar a ampliação da presença de mulheres no setor cervejeiro. E esse é um trabalho que precisa ser feito dentro e fora da companhia. Precisamos mobilizar todo o nosso ecossistema em prol da equidade de gênero”, afirma Laura Aguiar, Head de Conhecimento e Cultura Cervejeira da Ambev.

Para Laura, responsável pela criação da área dentro da companhia, o lançamento dessa cerveja é um marco representativo. “A presença feminina no universo cervejeiro está cada vez maior e é muito gratificante ver esse movimento do ecossistema, com colaboradoras da companhia e profissionais externas juntas neste movimento que deixará um legado para futuras gerações que desejam, porque querem e podem, trabalhar no setor”, afirma.


Cruzando Histórias

Promover o acolhimento, a valorização profissional e a empregabilidade entre as mulheres são alguns dos propósitos da ONG Cruzando Histórias, sediada em São Paulo e com atuação nacional. A entidade, que será beneficiada com as vendas da cerveja, possui sinergia com as ações da Ambev voltada para mulheres que buscam reinserção no mercado de trabalho.


Mais do que o apoio financeiro, a companhia quer continuar impactando a organização positivamente, e a longo prazo. Para isso, um programa de mentoria com colaboradoras da Ambev e mulheres da ONG também será realizado. O objetivo da iniciativa é continuar apoiando e fomentando os trabalhos desenvolvidos pela Cruzando Histórias.


Em busca de mais equidade de gênero

Para além do dia 8 de março, discutir a equidade de gênero se tornou parte da rotina da companhia. Para isso, a Ambev criou o WEISS, um grupo para pensar e promover ações relacionadas à pauta de gênero entre os mais de 30 mil colaboradores da companhia.

Atualmente, a Ambev conta com cerca de 50% de profissionais mulheres ocupando a posição de cervejeiras no seu quadro de especialistas, e investe constantemente em treinamentos e especializações internas para mulheres e homens.


Matéria publicada originalmente em Marcas Mais em 08 de março de 2022.

Comments


bottom of page