top of page

Cruzando Histórias bate 80 mil pessoas treinadas contra o assédio

Ação, que faz parte do movimento global Stand Up, conscientiza sobre importunação e assédio sexual


A Cruzando Histórias, por meio do movimento global Stand Up, em parceria com a L'Oréal Paris, bateu o número de 80 mil pessoas treinadas para combater o assédio e a importunação sexual. O objetivo do treinamento é educar as pessoas sobre as formas certas de intervir em uma situação do tipo.

Bia Diniz realizando o treinamento com uma turma de formandas da Secretaria da Mulher do Rio de Janeiro
Bia Diniz realizando o treinamento com uma turma de formandas da Secretaria da Mulher do RJ

Dentre os principais parceiros que já levaram o treinamento para dentro de suas empresas, estão Jamef, Grupo Mateus, CAMP Pinheiros, o Grupo DPSP e a Secretaria da Mulher do Rio de Janeiro, onde , recentemente, pudemos oferecer o treinamento para 11 mil pessoas.


"Para nós é uma grande alegria chegar a esse número. Sabemos a importância de levar esse treinamento a mais públicos e o impacto que pode ter para que possamos ver alguma mudança em relação ao tema", comenta Bia Diniz, fundadora da Cruzando Histórias, embaixadora da L'Oréal e uma das facilitadoras qualificadas para aplicar o Stand Up.


Em um cenário onde 30 milhões de mulheres sofreram assédio sexual em 2022, segundo dados da pesquisa Visível e invisível: a vitimização de mulheres no Brasil, realizada pelo DataFolha e Fórum Brasileiro de Segurança Pública, esse tipo de ação é uma urgência. Para se ter ideia, esse número representa 47% das brasileiras. Muitas têm receio de denunciar, o que faz com que seja mais difícil responsabilizar os culpados.


Daí a importância do Stand Up para conscientizar quem está "fora", para que não se espere somente que a vítima tome uma atitude, mas sim qualquer pessoa que presencie uma situação do tipo. A metodologia aplicada pelo treinamento mostra formas de intervir com segurança e que respeitem os limites de quem sofreu o assédio ou importunação.


StandUp contra o assédio:


Contando com uma metodologia própria, que ensina a identificar e denunciar casos de assédio, o StandUp pode ser realizado em empresas, universidades, grupos ou individualmente (esse último, por meio de conteúdos online).


O treinamento é fornecido no formato online ao vivo, ou gravado, com duração de 1 hora (ao vivo) ou 30 minutos (gravado).



Comments


bottom of page